Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
Operação Quadro Negro: novo acordo de leniência vai devolver R$ 2 milhões ao cofres públicos
01/10/2019 16:24 em Brasil

Mais um acordo de leniência foi firmado pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) junto a Operação Quadro Negro, que desde 2015 apura desvio de dinheiro de contratos entre empresas e governo do ESATDO para construção e reforma de escolas. No acordo firmado nesta terça-feira, a empresa Village Construções Ltda. admitiu os ilícitos e concordou em devolver valores aos cofres públicos. Segundo o MP, ela pagará quase R$ 2 milhões (R$1.807.336,04).  O valor equivale ao ressarcimento dos danos causado com os desvios, acrescido de multa prevista na Lei de Improbidade Administrativa e multa penal. Outras três empresas já assinaram acordos de leniência no âmbito da Operação Quadro Negro.

Um idoso foi preso com 185 quilos de crack em Maringá, no norte do Paraná. Segundo a Polícia Militar (PM), o homem, de 68 anos, é caminhoneiro e a droga estava escondida em um fundo falso de uma carreta. O veículo estava estacionado em um posto de combustível. Foram encontrados 171 tabletes de crack. O motorista alegou que recebeu dez pneus de caminhão como pagamento para transportar a droga. O idoso, a droga e o caminhão foram levados à delegacia da Polícia Federal.

O Paraná ganhou a segunda ambulância de pronto atendimento a cães e gatos em riscos nas ruas. Desde a última segunda-feira, Curitiba conta com o serviço para atender os animais. Batizado de “Unidade de Resgate Animal”, qualquer cidadão que encontrar animais em situação de rua acidentados com risco de morte em espaços públicos pode acionar o serviço pela Central de Atendimento da Prefeitura. De acordo com a administração municipal, todos os animais atendidos vão ser identificados e castrados. A cidade de Maringá, no norte do estado, foi a primeira a receber o serviço em junho do ano passado.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!