Volume
Rádio Offline
Redes
Sociais
O artista dessa semana é Michael Jackson!
05/08/2019 10:58 em Entretenimento

Michael Jackson (1958-2009), conhecido como o Rei do Pop (apelido dado por Elizabeth Taylor), foi um cantor, compositor e dançarino norte-americano. Ele foi um dos maiores artistas do showbiz mundial. 

Michael Jackson nasceu em Indiana, Estados Unidos, no dia 29 de agosto de 1958. Filho de Joseph Walter Jackson (conhecido como Joe) e Katherine Scruse Jackson, Michael era o sétimo de nove irmãos.

O princípio da carreira, The Jackson Five

A família de Michael Jackson era humilde e vivia em uma casa com apenas dois quartos. Joe Jackson trabalhava em uma usina siderúrgica e, como hobby, tocava guitarra e era empresário musical. A mãe, Katherine, também era ligada à música e tocava piano na igreja. O menino prodígio começou a cantar aos cinco anos de idade.

A primeira aparição de Michael na mídia foi em 1964 quando se apresentou com o grupo The Jackson Five (inicialmente o conjunto chamava Jackson Brothers) ao lado dos irmãos Jackie, Tito, Jermaine e Marlon. Como Michael era o caçula, ficou conhecido como Little Michael.

No final dos anos sessenta eles já haviam assinado um contrato com a gravadora Motown Records. Em pouco tempo, com as suas grandes performances, o grupo alcançou o topo das paradas. 

Em 1966, Michael Jackson, o mais novo dos irmãos, se tornou o vocalista e dançarino principal do conjunto.

O primeiro grande sucesso veio em 1969 com a música I Want You Back. Depois surgiram os singles All be there (1970) e ABC (1970).

Levados para Los Angeles, os meninos foram transformados em astros mundiais. O grupo gravou 15 álbuns de sucesso.

Em 1970 o irmão Jermaine deixou o grupo para seguir carreira solo, o conjunto então mudou o nome para The Jacksons. Os maiores sucessos dessa época foram: Enjoy yourself (1976), Show you the way to go (1976), Can you fell it (1981) e Blame it on the boogie (1978).

A carreira solo

Ainda integrante do grupo, Michael lançou os compactos de sua autoria Go To Be There (1972), Ben (1972), Music & Me (1973) e Forever Michael (1975), todos com grande destaque na mídia.

Em 1979 se separou do grupo e iniciou a sua carreira solo com o disco Off the Wall, que vendeu cerca de sete milhões de cópias.

Em 1982, lançou o álbum Thriller, que se tornou um sucesso mundial e viria a se tornar o álbum mais vendido da história da música. Os vídeos de divulgação de suas músicas, entre elas, Billie JeanBeat it e Thriller, exibidos na MTV, foram considerados os melhores clipes de todos os tempos.

Em 1987 o cantor lançou o disco Bad, que vendeu mais de 25 milhões de cópias. Seguindo a tendência de Thriller, Michael investiu pesado na produção e divulgação de clipes. É desse álbum as canções Smooth criminal Man in the mirror.

No ano a seguir, Michael lançou a sua autobiografia, o livro Moonwalker.

Em 1991, divulgou o álbum Dangerous, que vendeu menos do que estava sendo esperado. Foram 29 milhões de cópias vendidas. O sucesso foi mantido com o videoclipe Black or White (protagonizado por Macaulay Culkin).

Quatro anos mais tarde Michael lançou seu álbum HIStory: Past, Present and Future, Livro 1. Nessa ocasião ele esteve no Brasil, em Salvador (mais precisamente na Bahia), onde gravou o clipe They Don’t Care About Us.

Em 2001, já em declínio em termos de venda, Michael lançou o disco de estúdio Invincible. Seu trabalho a seguir foi o álbum Thriller 25, um disco de aniversário para celebrar os vinte e cinco anos do seu sucesso estrondoso: Thriller

Em uma tentativa de retomar o sucesso, uma grande turnê estava sendo preparada e, no dia 5 de março de 2009, Michael Jackson anunciou em Londres sua volta aos palcos. O show This is It, teria uma série de 50 apresentações com início marcado para 13 de junho, no O2 Arena, em Londres. Infelizmente Michael faleceu nesse interim. 

Seu álbum Michael, lançado no dia 13 de dezembro de 2010, foi um sucesso póstumo que reuniu dez canções inéditas. O disco vendeu três milhões de cópias no primeiro ano.

Em maio de 2014 foi lançado o seu segundo álbum póstumo. Intitulado Xscape, o disco contém oito canções inéditas.

O passo de dança moonwalk

No dia 16 de maio de 1983, em um especial que celebrava os 25 anos da gravadora Motown, depois de uma apresentação ao lado dos irmãos, Michael ficou sozinho no palco para cantar Billie Jean.

Foi nessa apresentação que o astro mostrou pela primeira vez um passo de dança em que se deslocou para trás enquanto seus pés pareciam mover-se na direção oposta, produzindo a ilusão de que ele flutuava sobre o palco.

Batizado de moonwalk (passo lunar), o movimento logo se tornaria uma das marcas registradas do artista.

As modificações estéticas

O cantor, que levava uma vida excêntrica, fez várias cirurgias que mudaram radicalmente a sua aparência. Michael mudou a sua cor de pele, resultado de uma suposta doença (vitiligo). 

Segundo o próprio artista, ele teria realizado duas plásticas no nariz para ajudar a respirar melhor e alcançar notas mais altas. 

Neverland

Michael Jackson construiu, em 1988, um parque de diversões em sua propriedade situada na Califórnia. Batizado de Neverland, era para lá que o cantor levava várias crianças amigas. O nome (em português Terra do Nunca) foi dado em homenagem à história do Peter Pan.

O excêntrico parque privado continha cinema, carrosel, montanha-russa, roda-gigante e uma série de brinquedos para entreter Michael e os seus convidados.

Vida pessoal

Em 1994, o Rei do Pop casou-se com Lisa Marie Presley, a filha do Rei do Rock, Elvis Presley, mas dois anos depois já estavam separados.

No dia 13 de novembro de 1996, Michael Jackson se casou com Debbie Rowe, uma enfermeira da clinica do seu dermatologista.

Em 1997, Michael teve seu primeiro filho, Prince Michael Jackson e em 1998 nasceu Paris Michael Katherine Jackson. Em 1999 o casal se separou e, como havia feito um contrato pré nupcial, ficou estabelecido que o cantor ficaria com a guarda das crianças.

Em 2002, nasceu o seu terceiro filho, Prince Michael Jackson II, fruto de inseminação artificial. A mãe da criança foi mantida no anonimato.

As acusações de pedofilia

Em 1993, Michael Jackson foi acusado de pedofilia pela primeira vez. A acusação surgiu da família de Jordie Chandler, um garoto de 13 anos. O cantor negou veementemente as acusações, mas fechou um acordo financeiro de vinte milhões de dólares com a família do menino para encerrar o caso. 

Em dezembro de 2003, Michael recebeu nove acusações feitas por um menos de 14 anos, as queixas eram de pedofilia e fornecimento de entorpecente (no caso, vinho).

No mesmo ano a polícia resolveu vasculhar a propriedade Neverland a procura de provas de assédio sexual. Michael chegou a aparecer algemado na delegacia de Santa Bárbara (Califórnia). Ele pagou uma fiança de 3 milhões de dólares e não foi detido.

 

A morte

Durante a preparação da turnê This Is It o cantor que, segundo os seus produtores, estava visivelmente ansioso, sofreu uma parada cardíaca em consequência de uma overdose de medicamentos.

O médico que aplicou os medicamentos foi condenado por homicídio culposo e ficou preso por dois anos.

Michael Jackson faleceu em Los Angeles, Califórnia, Estados Unidos, no dia 25 de junho de 2009.

COMENTÁRIOS
Comentário enviado com sucesso!